NADANDO CONTRA A MARÉ

Num mar de 3-2-5 posicionais, contamos nos dedos da mão as seleções que fogem da hegemonia não só da Euro, mas do futebol mundial.